Complexo terá shows gratuitos de Rachel Reis, Paulinho Moska, Valmir Lins, Tiê, Nayra Costa, 18 anos Banda Montage, Lídia Maria, Bia Nogueira, Arquelano, Leves Passos, Baile Preto com Luiza Nobel, Mateus Fazeno Rock, Dj Bugzinha e Lorena Nunes

Foto: Thiago Matine

Este fim de semana será de grandes shows na Estação das Artes – espaço que integra a Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secult – CE. O complexo receberá a 6ª edição do Ecléticos Livre Festival, com apresentações gratuitas nesta sexta-feira (16/12) e no sábado (17/12). O Domingo na Estação (18/12) também está garantido, com horário estendido, das 9h às 15h30, e atrações para toda a família.

Nos dois dias de programação do Ecléticos Livre Festival serão dois palcos, o Universo e Mix, onde artistas cearenses e de outros estados subirão para apresentar os trabalhos. A distribuição de ingressos acontece a partir das 17h30 na sexta e 18h30 no sábado, sendo possível a retirada de duas entradas por CPF até atingir a capacidade de 1.500 pessoas.

Entre os shows que passarão pela Estação nesses dois dias, estão Rachel Reis, Paulinho Moska, Valmir Lins, Tiê, Nayra Costa, 18 anos Banda Montage, Lídia Maria, Bia Nogueira, Arquelano, Leves Passos, Baile Preto com Luiza Nobel, Mateus Fazeno Rock, Dj Bugzinha e Lorena Nunes.

A comedoria do Mercado AlimentaCE estará funcionando ao longo de toda a noite, com os restaurantes Mormaço, Muá Tuá, Pachamama, Tacos Burger, Cozinha do Deyme e Sorvete da Reserva. Além de sanduíches, petiscos e pratinhos, haverá venda de bebida nos bares do Mormaço e do Muá Tuá.

Domingo na Estação
Após o Festival, o ritmo de festa segue no complexo com o Domingo na Estação. A casa abre às 9h, com a DJ Ada Porã e o projeto O Baile Tupiniquim, cujo principal mote é a difusão da música popular brasileira e latino-americana. A ideia surge da junção de uma pesquisa musical sobre os ritmos de origens indígenas e africanos que resultaram no maxixe, maracatu, côco, samba, choro, bossa, o próprio samba-rock.

A partir das 10h, o ator Edivaldo Batista apresenta o espetáculo “Contos que o Mar me Cantou”, um repertório de histórias que ele partilha com crianças e adultos. São mitos, lendas e narrativas de tradição popular de povos de países do continente africano: Guiné Bissau, Gana, além de países da América Latina, tais como Brasil, Chile e Colômbia. São histórias que ao redor do mundo fortalecem a tradição da oralidade como meio de transmissão de saberes, cuidados e encantarias.

Durante a manhã, vai rolar ainda a performance d’O Vendedor de Amor, João Victor, com a provocação “Quanto vale o amor?”. No encontro, na incerteza, na oferta de um afeto, a performance evoca surpresas e alegrias, e concomitantemente, causa uma fricção em relação ao cotidiano marcado por sua dinâmica urbana, suscitando uma ruptura com uma temporalidade utilitária e esvaziada de sentidos.

O domingo contará também com a pintura infantil e as tradicionais feiras gastronômica e agroecológica do Mercado AlimentaCE, com início às 9h. A partir de 12h, os restaurantes abrem para o almoço regado pelo Samba da Theresa, projeto da cantora e instrumentista cearense Theresa Rachel, em que ela traz ao palco pesquisas e influências em torno do gênero musical, além de composições próprias.

Parceria Mesa Brasil Sesc
Vale ressaltar que os visitantes que aproveitam a programação cultural e a feira gastronômica do Complexo podem exercer também a solidariedade. É que para levar a comida que sobra para onde está faltando, a Estação das Artes e o Mercado AlimentaCE estão somando esforços com o programa Mesa Brasil, do Sesc. Basta fazer uma doação em dinheiro, comprando o equivalente de 2 kg até 40 kg de alimentos, diretamente no site mesabrasil.sesc-ce.com.br ou via pix (03.612.122/0014-41), ambos disponibilizados em uma das TVs da Estação das Artes. O programa funciona assim: as famílias em situação de vulnerabilidade social se cadastram em instituições sociais com trabalho reconhecido. As instituições são selecionadas pelo Sesc, que promove a arrecadação dos alimentos junto a empresas apoiadoras e pessoas interessadas em colaborar, e a entrega é realizada ao longo de todo o ano.

Serviço
Ecléticos Livre Festival na Estação
Sexta (16/12) e sábado (17/12), a partir das 18h
Retirada de ingressos gratuitamente: Dois por CPF na sexta, a partir das 17h30, e dois por CPF no sábado, a partir das 18h30.
Capacidade: 1.500 pessoas
– A programação é voltada para maiores de 18 anos. Menores devem entrar acompanhados de responsáveis, após assinatura de Termo de Responsabilidade na entrada.
– Proibida a entrada com bebidas alcoólicas em recipientes de vidro, cooler ou bolsa térmica.
– Recomenda-se o uso de máscara e o ciclo vacinal completo contra a Covid-19.
Domingo na Estação
Domingo (18/12), de 9h às 15h30
Entrada gratuita
Endereço: Rua Dr. João Moreira, 540 – Centro.

 

Programação completa

Sexta-feira (16/12)
Ecléticos Livre Festival na Estação
18h – Lídia Maria, com o show “Viva” (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO)
19h – DJ (Espaço aberto do Centro Design: Palco MIX)
19h30 – Valmir Lins, com participação especial Tiê (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO).
20h30 – DJ (Espaço aberto do Centro Design: Palco MIX)
21h – Rachel Reis em turnê “Meu Esquema” (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO)
22h – Banda Montage celebra 18 anos com participação especial de Getúlio Abelha (Espaço aberto do Centro Design: Palco MIX).

Sábado (17/12)
Ecléticos Livre Festival na Estação
19h – Bia Nogueira, com o show “Respira!” (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO)
20h – Arquelano, com o show “Pistas” convida Leves Passos (Espaço aberto do Centro Design: Palco MIX)
21h – Nayra Costa, com o show “Falem de Mim” (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO)
22h – O Baile Preto, com Luiza Nobel participação de Lorena Nunes, DJ Bugzinha e Mateus Fazeno Rock (Espaço aberto do Centro Design: Palco MIX)
23h – Paulinho Moska e Banda em turnê “Beleza e Medo” (Espaço Pavilhão: Palco UNIVERSO)

Domingo (18/12)

Domingo na Estação
9h às 12h – DJ Ada Porã
10h às 10h40 – Espetáculo “Contos que o Mar me Cantou”, com Edivaldo Batista
11h às 12h – Performance “O vendedor de Amor”
12h às 14h – Samba de Theresa
9h às 12h – Feira gastronômica e agroecológica do Mercado AlimentaCE
12h às 15h30 – Restaurantes do Mercado AlimentaCE

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.