A programação terá aula pública da primeira doutora e professora travesti, Luma Andrade, e também conta com a participação de escritores e artistas LGBT+

Combater a LGBTfobia com seus corpos, vozes e sua arte. É assim que a população LGBT+ do Ceará vem abrindo espaços para discutir os enfrentamentos às LGBTfobias diárias, que estão dentro de casa, no trabalho e nas ruas. No mês em que celebramos o 17 de maio, Dia internacional de Combate à LGBTfobia, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), em parceria com a Assessoria Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais e Secretaria da Cultura do Estado, realiza diversas ações por todo o Estado. Nesta sexta, 20, e sábado, 21, a programação ocorre no Museu da Imagem e do Som, com aula pública da primeira doutora e docente universitária travesti, Luma Andrade, e sarau literário com exibição de curtas.

A ação também conta com a parceria do Festival For Rainbow de Cultura e Diversidade e o Centro Popular de Cultura e Eco Cidadania.

Zelma Madeira, assessora Especial de Acolhimento aos Movimentos Sociais, destacou a importância da programação. “Para nós este é um momento muito representativo. Ver o MIS, um equipamento tão importante para nossa cidade, recebendo a professora doutora Luma Andrade e abrindo espaço para que sua voz seja ouvida, bem como as pautas da população LGBT+, em um momento de disseminação do discurso de ódio à diversidade, diz muito sobre o compromisso deste Governo em construir um Ceará de Todes”, destaca.

“Queremos chamar a atenção da sociedade cearense para uma cultura de paz, de respeito e de não violência contra a população LGBT+. Nos queremos vivos e livres para ser o que quisermos ser e para amar sem temer”, destaca Narciso Júnior, coordenador Especial de Políticas para LGBT da SPS.

Na sexta-feira, às 18h30, Luma Andrade, professora-adjunta da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), vencedora do Prêmio Educando Pela Diversidade Sexual do Senado Federal e do Prêmio internacional Stonewall 50 anos, minsitra uma aula aberta ao público na praça do MIS sobre a política de morte que atravessa corpos travestis e transsexuais produzindo seu extermínio físico e social.

“Na contramão desta ordem sistêmica heteronormativa, existem as artes como possibilidades de resistências e sobrevivências em meio à hostilidade. Corpos vibrantes, potentes e sem órgãos são (re)esculpidos, (re)pintados e (re)montados para se manterem vivos fazendo artes”, ressalta Luma Andrade.

Às 19h45, ocorrerá o encerramento da atividade com apresentação cultural das idealizadoras da Casa Transformar, Davylla Rockffeller e Emilly Alves.

Construindo Caminhos de Enfrentamento às LGBTFOBIAS!”
A programação tem como objetivo promover a cidadania da população LGBT+ cearense, o respeito às identidades de gênero e orientações sexuais, além de dar visibilidade a artistas e a produções culturais que abordem essa diversidade de gênero.

No sábado, 21, haverá a Culturada LGBT+. A partir das 16h, acontece um bate-papo com o jornalista e publicitário Júnior Ratts e Lucivânia Sousa, assistente social e assessora especial na Vice-Prefeitura de Fortaleza. Às18h, serão exibidos cinco curtas-metragens que fazem parte da Mostra For Rainbow.

Serviço
Programação Ceará de Todes: Construindo Caminhos de Enfrentamento às LGBTFOBIAS!
20/05 (sexta-feira), às 18h30
Aula Magna Ceará de Todes: Todas as vozes e cores contra as LGBTfobias com a Profª Dra. Luma Andrade com mediação de Jô Costa, Assessora de Políticas Afirmativas e Articulação social e comunitária do Instituto Mirante.
19h45 – Apresentação cultural com Davylla Rockffeler e Emilly Alves
Local: Praça do Museu da Imagem e do Som do Ceará Chico Albuquerque. Av. Barão de Studart, 410,Meireles.
21/05 (sábado), das 16h às 20h
Culturada LGBT+: Exibição de curtas com a temática LGBT, mesa com escritores LGBT+ , e um breve diálogo sobre a produção e a escrita LGBT no Ceará.
16 às 17h: Mesa literária da Resistência – Potencializando nossa Existência com os escritores Júnior Ratts e Lucivânia Sousa.
18h às 20h: Exibição de curtas com a temática LGBT+
Local: Praça do Museu da Imagem e do Som do Ceará Chico Albuquerque. Av. Barão de Studart, 410,Meireles.

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.