Programação do “Domingo na Estação” contará ainda com oficina de origami para as crianças e feirinha gastronômica

Imagem do documentário “O Último Apito”

A história dos trabalhadores da antiga Estação Ferroviária João Felipe será reverenciada pelo projeto “Domingo na Estação” neste 1º de maio. O público poderá conferir uma programação gratuita, de 9h às 12h, no lugar que por muito tempo foi o ambiente de trabalho dos ferroviários e, há um mês, renasceu como Complexo Cultural Estação das Artes, no Centro de Fortaleza. O espaço integra hoje a Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), com gestão em parceria com o Instituto Mirante, após investimento do Governo do Ceará.

A homenagem à categoria profissional que construiu as bases deste atual centro de fruição terá início a partir das 10h, no pátio do Centro de Design, com a exibição do filme “O Último Apito” (2011), do documentarista Aderbal Nogueira. Logo em seguida, o diretor conduzirá um bate-papo sobre esta produção, que resgata desde a implantação da estrada de ferro no Ceará, no fim do século XIX, até a desativação do trem de passageiros, na década de 1980.

Neto de um funcionário da antiga Rede Viação Cearense (RVC), Aderbal colheu imagens das antigas estações de trem e gravou depoimentos de dezenas de ferroviários aposentados, dedicando ao avô, João Nogueira de Freitas, a coleção de memórias registradas no projeto audiovisual.

Gastronomia e música

Enquanto rola este encontro para lá de especial, o Mercado Gastronômico terá uma feirinha gastronômica, em funcionamento durante toda a manhã, para que o público possa adquirir e desfrutar de delícias como cuscuz, tapioca e acarajé, além de doces, compotas, geleias e outros produtos de pequenos empreendedores que movimentam a cadeia produtiva local.

Tudo pensado a partir de uma curadoria para representar a cultura alimentar cearense. Bebidas e produtos veganos também estão na lista para uma manhã cheia de cultura e sabores.

O som fica por conta do DJ Alan Morais, que das 9h às 11h, conduz o público em uma viagem musical por gêneros como rock, soul, MPB e samba-rock, passeando por períodos diversos com a sonoridade setentista.

Atividades para a família

É no espaço para eventos da Estação que também acontece, das 9h às 10h, uma oficina de origami para as crianças, com o apoio do Sesc. O facilitador Rafael Ferreira apresentará uma proposta de criação lúdica desta arte secular japonesa, que consiste em dobras geométricas, sem corte e sem colagem.

No mesmo horário da atividade infantil e antes da exibição do filme “O Último Apito”, o pátio do Centro de Design recebe uma roda de conversa sobre saúde coletiva, com foco na prevenção das arboviroses. A atividade, realizada em parceria com a equipe de saúde da UAPS Maria Cirino e do setor de Endemias da Prefeitura de Fortaleza, contará com a presença do médico João Almeida, membro dos Coletivos Raízes da Periferia e da Rede de [email protected] Populares, e da educadora em saúde no Sesc e enfermeira Larissa Martins. Os participantes poderão conferir maquetes e receberão ainda folders educativos.

E para quem ainda não viu o ensaio fotográfico “Nos Trilhos do Tempo”, na Plataforma da Estação, 30 imagens produzidas pelos fotógrafos Chico Gomes e Regivaldo Freitas seguem à disposição, propondo um singelo passeio pela história sobre aqueles trilhos.

Mas o trem não para por aí… Quem curte um forrozinho poderá assistir, a partir das 11h, no espaço para eventos, o show “Garimpo Musical”, do grupo Cacimba de Aluá, mais uma atração apoiada pelo Sesc. A apresentação contempla composições de grandes mestres da música nordestina, tais como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Jacinto Silva, Humberto Teixeira, Zé Dantas, Dominguinhos, Petrucio Amorim, Maciel Melo, Flávio José, Flávio Leandro, Luiz Fidelis, Antônio Barros e Cecéu. Será um verdadeiro momento de confraternização para os trabalhadores do passado, do presente e do futuro da Estação.

Sobre o Complexo Cultural Estação das Artes

O espaço abre ao público aos domingos com uma programação cultural gratuita, realizada das 9h às 12h. O projeto “Domingo na Estação” tem a proposta de apresentar o complexo cultural em uma construção coletiva desses espaços com o público cearense, além de oferecer atividades de lazer.

Com 67 mil m², o Complexo Cultural Estação das Artes implantará, gradualmente, os seguintes equipamentos: a Estação das Artes, o Mercado Gastronômico, o Centro de Design, o Museu Ferroviário e a Pinacoteca do Ceará, além da novas sedes da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ceará (Iphan-CE).

Serviço:

Domingo na Estação
Dia: 01/05/2022
Horário: 9h às 12h
Endereço: Rua Dr. João Moreira, 540, Centro
Gratuito e aberto ao público
Obrigatória a apresentação do comprovante de vacina contra a Covid-19 conforme decreto estadual vigente

Programação completa:

9h às 12h – Feirinha gastronômica
9h às 11h – DJ Alan Morais
9h às 10h – Oficina de origami (infantil) com Rafael Ferreira
9h às 10h – Roda de conversa sobre saúde coletiva com João Almeida e Larissa Martins
10h às 12h – Exibição do filme “O Último Apito” e bate-papo com o diretor Aderbal Nogueira
11h às 12h – Show da banda Cacimba de Aluáá

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.