No próximo dia 02/07, o Complexo abrirá os portões às 15h e receberá o coletivo Tertúlia, ao som de boogies, disco, funk e soul, e a Feira AlimentaCE de Rua. Já a programação do domingo (03/07) pela manhã homenageará as mulheres negras latino-americanas

Com a chegada das férias de julho, o Complexo Cultural Estação das Artes dá mais um passo no processo de implantação gradual das atividades. Neste fim de semana, o espaço que integra a Rede Pública de Equipamentos Culturais da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), com gestão em parceria com o Instituto Mirante, amplia o funcionamento para os sábados – com horário e programa fluidos -, garantindo o fim de semana de atrações gratuitas.

Dando início a este novo momento, a Estação abre os portões no dia 02/07 às 15h e recebe o Coletivo Tertúlia (@tertuliacoletivo) até 20h. O grupo retorna, depois de um hiato de três anos, fazendo o que sabe de melhor: colocando todo mundo para dançar ao som de muitos boogies, disco, funk e soul. O som realizado pelo coletivo busca o resgate do que se ouvia nos anos 1960, 1970 e 1980 nas famosas tertúlias da época e visa enaltecer ainda mais estilos musicais como R&B e soul.

A festa já passou por diversos bairros da cidade de Fortaleza, tais como Titanzinho, Barra do Ceará, Benfica, Poço da Draga, e fará a retomada no Complexo Cultural inaugurado em março, após obras de reforma e restauro da antiga Estação Ferroviária João Felipe.

Comidas e bebidas estarão à venda no Mercado AlimentaCE, que integra o Complexo, celebrando a gastronomia popular da cidade. A feira “AlimentaCE de Rua” ofertará salgadinhos, caldinhos (carne e feijão), acarajé, hambúrguer, cachorro quente, empanadas, pasteis, entre outras variedades culinárias.

Vale ressaltar que a entrada no local estará sujeita à lotação do espaço (com distribuição de pulseiras para 2 mil pessoas) e será obrigatória a apresentação do comprovante de vacinação contra a Covid-19 com pelo menos duas doses, conforme o decreto estadual vigente. A programação é para maiores de 18 anos.

Domingo na Estação

A fruição artística segue no fim de semana com o tradicional Domingo na Estação, atividade que vem se consolidando nos últimos três meses desde a inauguração do Complexo. Para o dia 03/07, de 9h às 12h, estão programadas ações que homenageiam a mulher negra e latino-americana, em diálogo com o mês que celebra essa identidade.

Entre as atrações, a Estação receberá o grupo musical Batuque de Mulher, formado só por integrantes femininas de diferentes bairros de Fortaleza. O show “Vozes Tambores” resgata ritmos afro-brasileiros, trazendo músicas em sua grande maioria de compositoras nacionais, dando ênfase ao toque do tambor e celebrando o encontro com as raízes ancestrais.

Em parceria com o Sesc, o Complexo ofertará também a oficina de identidade e amarrações de turbantes, com a facilitadora Eleni Teixeira, liderança comunitária participante da Rede de Articulação Comunitária Sesc Panorama (Racs). A atividade, que acontecerá no Centro de Design, se propõe a demonstrar as várias formas de se reconectar com a identidade ancestral e é voltada para um público a partir de 14 anos.

Uma exposição orientada sobre saúde da mulher, feita em parceria com o Sesc, também ficará disponível na Gare da Estação durante toda a manhã.

Comida, música e atividade infantil

Ainda no domingo, a feirinha gastronômica do Mercado AlimentaCE garantirá delícias como cuscuz, tapioca e acarajé, além de doces e outros produtos de pequenos empreendedores que movimentam a cadeia produtiva local.

Antes do Batuque de Mulher, o Dj Khamidi conduzirá o som na Estação. Africano oriundo de Cabo Verde, ele reside em Fortaleza há 15 anos, é músico multi-instrumentista e vem atuando nas noites de Fortaleza desde a sua chegada, em 2007, com projetos autorais e covers. A partir de 2016, Khamidi decidiu enveredar pelo caminho da discotecagem. Sentindo a carência de projetos voltados para a música africana, ele apresentou como proposta o “Ecos da diáspora”, buscando difundir ritmos africanos e da afro-diáspora, com muito kuduro, batuku, zouk, funaná, afrobeat, hip hop, afro-sambas, reggae, entre outros estilos musicais.

A pintura infantil livre, atividade que já faz parte da tradição de quem chega na Estação, também está garantida para este domingo. Crianças e adultos, juntos, manusearão ludicamente pincéis, tintas coloridas e papel craft, em ação desenvolvida e orientada pelos monitores do Complexo Cultural.

Sobre o Complexo Cultural Estação das Artes

Com 67 mil m², o Complexo Cultural Estação das Artes implantará, gradualmente, os seguintes equipamentos: o Mercado AlimentaCE, o Centro de Design, o Museu Ferroviário e a Pinacoteca do Ceará, além da novas sedes da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará) e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional do Ceará (Iphan-CE).

Serviço:

Dia 02/07, de 15h às 20h
Coletivo Tertúlia e AlimentaCE de Rua
Programação para maiores de 18 anos

Dia 03/07, de 9h às 12h
Domingo na Estação
Entrada livre

Endereço: Rua Dr. João Moreira, 540, Centro. Gratuito.

Obrigatória a apresentação do comprovante de vacina contra a Covid-19 e recomendado o uso de máscara de proteção facial conforme decreto estadual vigente.

Mais informações: @estacaodasartes.ce, @mercadoalimentace, @secultceara e @institutimiranteceara

Programação completa:

Sábado

15h às 20h – Coletivo Tertúlia e Feira “AlimentaCE de Rua”

Domingo

9h às 11h – Dj Khamidi
9h30 às 10h30 – Oficina de identidade e amarrações de turbantes (parceria Sesc)
9h às 11h – Exposição orientada sobre saúde da mulher (parceria Sesc)
9h às 12h – Feira Gastronômica do Mercado AlimentaCE
11h às 12h – Show Vozes Tambores, com Batuque de Mulher

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.