Seminário Centros Culturais e Territórios conta com a curadoria do Prof. Dr. Alexandre Barbalho

Um olhar dedicado aos territórios da cidade e as políticas culturais que atravessam esses espaços. Esta é a proposta do 1º Seminário Centros Culturais e Territórios, ação desenvolvida pelo Instituto Mirante de Cultura e Arte, voltada especificamente para falar sobre o local em que equipamentos públicos culturais atuam nesse processo de pertencimento social do coletivo. O evento, com parceria da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult CE), ocorre entre os dias 24 e 26 de novembro, no Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE) e no Sobrado Dr. José Lourenço, e oferta 60 vagas ao público em geral, com inscrições disponíveis a partir desta segunda-feira (14/11), até 22 de novembro, neste link.

O Seminário conta com a curadoria de Alexandre Barbalho, professor doutor dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia e em Políticas Públicas da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará (UFC). O público alvo do Seminário Centros Culturais e Territórios são trabalhadores da cultura, artistas, estudantes e pesquisadores em geral.

Programação

No dia 24 de novembro, o evento conta com a palestra de abertura “Território, comunidade e cultura: a experiência dos pontos de cultura na América Latina”. A mesa será composta pelo gestor cultural e pesquisador em políticas culturais Emiliano Fuentes (ARG); pelo criador da Fundação Casa Grande e professor em Arqueologia Inclusiva na Universidade Regional do Cariri (URCA), Alemberg Quindins; e pelo secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba.

O seminário será dividido em 4 eixos que ocorrem nos dias 25 e 26 de novembro no Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS CE) e no Sobrado Dr. José Lourenço, respectivamente. O Eixo I tem como tema “Guerras e controvérsias culturais”. A mesa será composta pelo arquiteto (UFC), geógrafo e antropólogo (USP), poeta, militante negro e lgbtqia+ e professor da Universidade Federal de Goiás, Alex Ratts; pela gestora executiva do Centro Cultural Porto Dragão, Helena Barbosa; e pelo gestor executivo do Centro Cultural Bom Jardim, Marcos Levi Nunes. O Eixo II debaterá as “Emergências artísticas”, com a participação do artista da performance, dança, audiovisual, escrita, curadoria e pesquisa, Ian Guimarães Habib; do ator, dramaturgo, professor, encenador, curador, diretor e cofundador do Nóis de Teatro, Altemar Di Monteiro; e da coordenadora de Educação e Formação do MIS CE, Iana Soares.

No dia 25 de novembro, o Eixo III trará o tema “Gerir o território, não gerir o fluido”, com a graduada em Produção Cultural (UFBA) e doutora em Planejamento Urbano e Regional (UFRJ), Mariana Albinati; com o diretor presidente do Instituto Cuca, Caiubi Mani Peres e com o gerente da Escola de Gastronomia e Hotelaria do Ceará – Sesc/Senac Panorama, Sidarta Nogueira Cabral. O Eixo IV, por sua vez, debaterá “Território/desterritório/local/global”, com a indígena Pankararu, assistente social e doutora em Serviço Social, Elizângela Cardoso de Araújo Silva; com o historiador, mestre em Preservação do Patrimônio Cultural e assessor da Rede Indígena de Memória e Museologia Social, João Paulo Vieira; e com o coordenador da Casa Antônio Conselheiro, Pedro Igor.

Serviço

1º Seminário Centros Culturais e Territórios
Data: 24 a 26 de novembro
Horário: 10h, no dia 24/11; 14h às 18h30, no dia 25/11; 10h às 16h, no dia 26/11.
Local: Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS CE), nos dias 24 e 25/11; Sobrado Dr. José Lourenço, no dia 26/11.
Inscrições: Link 
Gratuito

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.