Nesta sexta (24), acontece aula aberta com lançamento do livro “Atlas Drag” de Régis Amora sobre performatividade de gênero, e no sábado (25) é o primeiro momento de escuta pública para elaboração do plano museológico do MIS

O Complexo do Museu da Imagem e do Som do Ceará (MIS-CE) promove nesta sexta-feira (24) aula aberta com lançamento do livro “Atlas Drag”, de Régis Amora, sobre performatividade de gênero. Em seguida, haverá performance show com Camilly Leycker e Rayanna Rayovack, que estão retratadas no livro. A programação acontece na Praça do MIS, a partir das 19h, e é gratuita. Já no sábado (25), acontece o primeiro momento de escuta pública visando a construção do plano museológico da instituição. O encontro presencial acontece na Praça do MIS, a partir das 17h. Também serão realizados encontros na modalidade virtual, que terão datas divulgadas em breve. O MIS é um equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), gerido em parceria com o Instituto Mirante.

Atlas Drag: lançamento de livro, aula aberta e performance

“Atlas drag”, editado pela {Lp} press, surge a partir do projeto A Estética da Montação, selecionado pelo VII Edital das Artes de Fortaleza. Na publicação, Régis Amora reúne material de sua pesquisa em performatividade de gênero, sejam imagens produzidas pelo autor, apropriação de imagens e acervo pessoal de artistas drag cearenses, numa experiência visual pelas escolhas estéticas desses artistas ao longo das últimas décadas. “Com a imagem e tudo que cabe dentro dela é que Régis nos convida para uma festa: o corpo da fotografia e o corpo que se monta inauguram, juntos, um outro lugar, uma ampliação de possibilidades.”- Marília Oliveira, em texto no livro.

Régis Amora é um artista que faz uso de diversos tipos de mídia, dedicando-se, atualmente, a investigar as relações entre arquivo, memória e performatividades de gênero em seu trabalho. Membro fundador do Descoletivo. Em sua trajetória, já participou de exposições dentro e fora do Brasil, realizou publicações e dirigiu uma websérie. Em 2022, apresenta o trabalho CINE CASA (premiado no Salão de Abril em 2018) em formato de livro de artista na exposição Alteridades, na Lovely House, em São Paulo.

Chamada para escuta pública: elaboração do Plano Museológico do MIS

Com o objetivo de ouvir todas as pessoas que queiram colaborar na construção coletiva do seu Plano Museológico, o MIS irá realizar diferentes momentos de escuta pública. O primeiro encontro será presencial e acontecerá no dia 25/06 (sábado), na Praça do MIS, a partir das 17h. Outros encontros serão realizados na modalidade virtual, em sala de videoconferência, e terão datas divulgadas em breve. Os momentos na modalidade virtual têm como objetivo alcançar um número maior de participantes, seja dos diversos bairros de Fortaleza, seja de outros municípios do Ceará.

O que é Plano Museológico?

O Plano Museológico é um instrumento de planejamento estratégico que abarca todas as decisões do museu, importante para identificar a sua função social, definir as diretrizes e priorizar os objetivos e ações de cada núcleo que compõe a instituição. Previsto na legislação em vigor desde 14 de janeiro de 2009, inscrita na lei n° 11.904, artigo 45, os museus têm o dever de elaborar e implementar o documento em conjunto com a sociedade. Tendo isso em vista, e amparados ainda pela definição de museu estabelecida pelo ICOM em 2019, onde caracterizam os museus como “espaços democratizantes, inclusivos e polifônicos que atuam para o diálogo crítico sobre os passados e os futuros. Sendo participativos e transparentes, trabalhando em parceria ativa com e para as diversas comunidades”, o Museu da Imagem e do Som do Ceará convida o público a discutir sobre a construção do seu plano museológico.

Esse momento de escuta das comunidades – “comunidades”, no plural, para enfrentar os desafios de um tratamento seletivo dos bens patrimoniais, e não o culto a uma identidade genérica que não privilegia a heterogeneidade das culturas – faz-se essencial para situar as ações do MIS dentro de um campo aberto à prática do conceito da “simpoieses”, que significa “fazer com”, ou “fazer junto”, conceito norteador do processo participativo que o MIS almeja alcançar.


SERVIÇO

ATLAS DRAG – Aula aberta e lançamento de livro | Com Régis Amora, Camilly Leycker e Rayanna Rayovack

Data: 24/06 (sexta-feira)
Horário: 19h
Local: Praça do MIS
Entrada: gratuita

Escuta pública: elaboração do Plano Museológico do MIS-CE

Data: 25/06 (sábado)
Horário: 17h
Local: Praça do MIS
Entrada: gratuita

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro
Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

Endereço

Rua das Amélias, nº 1234 – Bairro

Fortaleza – Ceará

Contato

Receba nossas novidades

© Copyright 2022 Instituto Mirante. Todos os Direitos Reservados.